sábado, 4 de fevereiro de 2012


Foi mais do que esperava, um passeio à praia acompanhada pelo Sol, pela Dó e pelo Ré. O barulho das ondas, os risos e as brincadeiras envolveram-me e senti-me bem, como já não me sentia à muito tempo. Mais eu, mais minha, mais deles. E senti, de forma impossível de descrever, o que é amizade quando percebi que, Sol, pões tanto de parte para estares comigo e me veres sorrir.
Sabem, minhas três notinhas de música, é fim de semana e tenho saudades vossas, mas de certeza que foi a melhor forma de acabar a semana possível, o nosso passeio.
Hoje, olhem, continuo com medo de afastar o Sol, de magoar a Dó e o Ré, mas nenhum deles parece tão longe de mim.
Cuidado, que a esperança engana, engana muito e envolve-nos num sonho acordado. Mas, olhem, vou sonhar mais um bocadinho. Só mais um bocadinho.

11 comentários:

  1. sonhar é tão bom, e não tem de trazer feridas. acho até que cura feridas.

    ResponderEliminar
  2. sonha muito. sonhar é bom e faz pular uma pessoa. por isso pula muito!:)

    ResponderEliminar
  3. Oh, obrigada por estares sempre presente, obrigada <3

    ResponderEliminar
  4. muito obrigada querida <3
    este texto está lindo *.*

    ResponderEliminar
  5. e que bem que me parece, contar as estrelas do céu contigo. um abraço dos grandes.

    ResponderEliminar